O que é grauteamento e as vantagens que ele traz para a sua obra em 2021

O que é grauteamento e as vantagens que ele traz para a sua obra em 2021

Você sabe o que é grauteamento? Sabe como ele pode ajudar na sua obra? Se não, continue lendo este artigo para descobrir as vantagens dessa técnica.

Antes de começar a explicar o que é o grauteamento, é importante saber o que é graute, substância essencial para esta técnica.

O que é o graute?

Graute é o nome dado a uma mistura de alta resistência muito similar ao concreto ou argamassa. Ele é muito utilizado para preencher os vazios de concretagem durante as obras. O seu maior diferencial é a sua consistência, que dispensa o adensamento com vibrador por causa de sua textura fluida.

Todas essas suas características são por causa de sua composição. As britas que o compõem são de pequena dimensão, ou seja, agregados miúdos, e a quantidade de cimento Portland utilizada é até 5 vezes maior do que a quantidade utilizada na mistura de concreto convencional.

Além desses dois componentes, a sua mistura também recebe aditivos superplastificantes para ajudar a equilibrar a quantidade de água no traço, evitando assim que comprometa o desempenho do graute.

Composição do graute

O graute é composto, normalmente, por 5 substâncias básicas que garantem que essa mistura alcance as propriedades e performance desejada.

  • Cimento Portland;
  • Areia e pedriscos: agregados miúdos de areia de sílica, granitos e de origem quartzosa;
  • Minerais adicionados: pozolanas, filler calcário, sílica ativa e outras cargas minerais;
  • Aditivos em pó: aditivos anti lavagem de finos, expansores retentores de água e superplastificantes;
  • Polímeros (SBR ou acrilatos).

É importante salientar também que o graute pode ser classificado de duas formas: mineral e orgânico.

O graute de base mineral (cimentício) tem seu uso destinado principalmente para o uso geral em construções e indústrias, como obras de reparo em geral, execuções sob altas temperaturas, aplicações submersas e injeções.

O graute de base orgânica (resinas) tem a sua aplicação destinada a situações mais específicas que pedem materiais com alta resistência mecânica a químicos e óleos, alta aderência e capacidade de absorver vibrações. O graute de base  orgânica também é bastante utilizado para grauteamento geotécnico e de túneis e cabos de protensão.

Vantagens da técnica de grauteamento

Umas das maiores vantagens da técnica de grauteamento é que o graute consegue alcançar alta resistência inicial e final em um curto espaço de tempo, fazendo com que as formas e estruturas da obra sejam liberadas rapidamente. Além disso, ele também ajuda a evitar a corrosão, já que possui uma permeabilidade muito baixa.

Essa mistura também garante uma boa usabilidade na hora de trabalhar, mesmo em condições severas de aplicação e tudo isso sem deixar de lado a sua performance e a qualidade do acabamento. O graute também possui expansão controlada, o que garante que, após a cura, o volume não sofrerá alteração.

Outra vantagem que deixa essa técnica nos radar dos engenheiros é a sua aplicabilidade em locais confinados e de difícil acesso. Devido a sua textura fluida, quase líquida, e a todas as outras propriedades citadas acima, ela é muito mais fácil de ser aplicada nesses locais, se tornando uma excelente solução na hora de preencher espaços vazios.

Onde posso aplicar o grauteamento na minha obra?

Pelas inúmeras vantagens que o graute apresenta, como boa aderência, baixa permeabilidade, alta resistência inicial e final, fácil aplicação em locais confinados e de difícil acesso, ele é uma solução que torna a técnica de grauteamento muito utilizada e com diversas aplicações em obras.

Por causa de todas essas características, o grauteamento é uma excelente escolha para:

  • Preencher colunas de alvenaria estrutural;
  • Reforçar e recuperar estruturas;
  • Encamisamento;
  • Fixar máquinas e equipamentos a uma base;
  • Ancorar e chumbar tirantes e fixadores.

Grauteamento na alvenaria estrutural

Quando a técnica de grauteamento é utilizada na alvenaria estrutural, o graute utilizado possui características distintas por causa da sua função. Neste caso, o graute pode ser mais grosso (areia, cimento e brita) ou mais fino (areia e cimento). Essa diferença de composição pode aumentar a resistência em de 30 a 40% e chega a dobrar o tamanho da área útil.

Essas duas composições do graute devem apresentar boa coesão, fluidez, resistência maior que a do bloco, aderência e baixa contração. Lembre-se de que essas composições nunca devem conter Cal, já que essa substância pode causar problemas de retração e resistência.

É importante ressaltar que a escolha do graute deve ser definida junto ao engenheiro responsável pelo projeto e que fez os cálculos da alvenaria para saber qual é o mais indicado para cada caso.

Grauteamento para equipamentos pesados

O grauteamento de equipamentos pesados normalmente acontece em locais de difícil acesso e necessitam que o local seja liberado rapidamente, sem deixar de lado a segurança.

Algumas espessuras podem pedir o uso de pedrisco, por isso sempre consulte o engenheiro responsável pela obra na hora de realizar a mistura. Para garantir a qualidade do grauteamento, tenha certeza de que a mistura esteja fluida e despeje o material continuamente no local, sem interrupções.

Feito isso, isole o local e espere a cura do graute para dar sequência ao projeto.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre grauteamento, os tipos de graute, suas vantagens e como pode beneficiar a obra, não deixe de conferir os produtos disponíveis na Comercial Carvalho, a maior distribuidora de materiais de construção de São Paulo. E lembre-se de chamar sempre que precisar! https://cacarvalho.com.br/blog/

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho